Notcias

Delegado morre durante curso de operaes especiais da Polcia Civil

O Tempo

05/12/2017 19h59

O delegado da Polcia Civil Fernando Marins Pinheiro, de 37 anos, morreu nesta tera-feira (5) durante um teste fsico para participar do Curso de Operaes Especiais, promovido pela Academia de Polcia Civil (Acadepol) de Belo Horizonte.

Em nota, a corporao lamentou a morte de Pinheiro e disse que o delegado apresentou atestado mdico e exames que o autorizavam a ser submetido ao esforo fsico proposto no teste e durante o curso. A Polcia Civil no informou, no entanto, qual exerccio ele fazia no momento da morte e se ele sofreu um ataque cardaco.

A Chefia da Polcia Civil e todos os seus servidores esto extremamente consternados com essa fatalidade e aproveita a oportunidade para solidarizar-se com a famlia. A instituio perdeu um excelente profissional, mas seus servidores perderam no s um grande colega de trabalho, mas, tambm, um amigo, diz o comunicado.

Pinheiro trabalhava na Delegacia Especializada de Investigao a Furtos e Roubos de Veculos Automotores (DEIFVRA) do Departamento de Trnsito de Minas Gerais (Detran-MG), no Barro Preto, na regio Centro-Sul de Belo Horizonte.

Segundo o presidente do Sindicato dos Servidores da Polcia Civil de Minas Gerais (Sindpol-MG), Denilson Aparecido Martins, a associao vai acompanhar as investigaes sobre o que causou a morte do delegado. Ele adianta, contudo, que Pinheiro, assim como outros servidores da corporao no Estado, estava com uma sobrecarga de trabalho.

"Vamos acompanhar o desenrolar das apuraes, esperar os laudos mdicos. A sade do trabalhador uma das premissas que o sindicato defende", ressalta Martins. "O que j posso dizer que de fato existe uma sobrecarga de trabalho. A profisso exige uma concentrao permanente, em tempo integral, e o delegado Fernando Marins Pinheiro trabalhava em uma das delegacias de ponta de Belo Horizonte, onde so realizadas diversas operaes contra o crime organizado, haja vista a quantidade de furtos e roubos de carros em todo o Estado", completa.

O presidente do sindicato ainda explicou que Pinheiro faria parte de um grupo batizado de Core (Coordenadoria de Recursos Especiais), criado para investigar grandes esquemas relacionados a roubos e furtos de veculos. "Sem dvida ele estava fazendo uma preparao para um curso muito puxado. Mas posso assegurar que a Polcia Civil submete todos os servidores a uma bateria de exames para diagnosticar a sade fsica e mental", encerrou.

Mais lidas

Turista morre aps acidente em tobogua

Radialista Ricardo Jos Hilrio Silva de 43 anos, foi arremessados para fora da atrao aps boia ultrapassar a parede lateral de conteno

Prefeitura informa mudana em estacionamento na Rua Dr. Newton Pires

Alterao ocorrer devido ao congestionamento de veculos parados nos dois lados da via

Beb de dois meses cai do segundo andar de casa e sobrevive

Criana estava no colo de uma prima, de nove anos, que se desequilibrou e deixou o menino cair. O beb se salvou porque o impacto da queda foi absorvido por uma planta.


SIGA O TRIBUNA NAS REDES SOCIAIS

Jornal TRIBUNA
Tribuna

Todos os Direitos Reservados