Notícias

Santa Casa

Reabertura de UTI Neonatal depende de decisão do Ministério da Saúde

Redação Tribuna Minas

11/01/2018 12h24

Em nota divulgada na manhã desta quinta-feira, dia 11, a Santa Casa informa que a reabertura da UTI Neonatal depende de uma decisão do Ministério da Saúde. O intuito da instituição é utilizar uma verba de R$750 mil, que teria outro destino, para quitar dívidas junto aos prestadores de serviços, para que a Unidade volte a funcionar.

A UTI Neonatal foi fechada no início de dezembro por falta de recursos financeiros. Na ocasião, a Santa Casa recebeu a notícia que o deputado federal Jaiminho Martins, que já havia indicado uma emenda parlamentar no valor de R$750 mil para a Atenção Básica da Saúde, em comum acordo com o prefeito Eugênio Vilela, iria destinar esta verba, em forma de custeio, para o hospital.

“Apesar dos esforços para evitar a paralisação da Unidade, o recurso que foi proposto teve como objeto as ações do Piso de Atenção Básica (PAB), o que não contempla as atividades da Santa Casa, que são de média e alta complexidade. Uma alternativa seria a mudança do objeto da emenda. Conforme informações obtidas junto à assessoria do deputado, o mesmo estará reunido com o Ministro da Saúde, ainda esta semana, na tentativa desta alteração”, explica a Nota da Santa Casa.

De acordo com a instituição, caso o deputado obtenha uma resposta positiva do Ministério da Saúde, a Santa Casa poderá usar o recurso para pagar contas da UTI Neonatal, o que possibilita a reabertura da Unidade.

Mais lidas

Homem diz que vai ensinar prima a fazer chá contraceptivo e a estupra

Vítima conta que ele pediu para que ela tirasse a calcinha para passar o chá, mas acabou a estuprando; o suspeito nega o crime e diz que relação sexual foi com consentimento

Vídeo mostra mulher jogando cachorro em bueiro e imagem causa revolta

Guarda Civil Municipal fez o resgate do animal, que foi adotado por um vizinho e passa bem. Agressora foi levada à delegacia, mas liberada em seguida

Prefeito visita obras públicas em Formiga

Acompanhado por engenheiro, arquiteta e secretário, Eugênio Vilela esteve ontem nas construções do Creas, no Engenho de Serra; de uma creche, no Geraldo Veloso, e da Praia Popular


SIGA O TRIBUNA NAS REDES SOCIAIS

Jornal TRIBUNA
Tribuna Minas

Todos os Direitos Reservados